Conheça a editora “O Sexo da Palavra”

Larissa Costa

A editora “O sexo da Palavra” surgiu em 2006 com o objetivo de criar publicações com temáticas de gênero e sexualidade a partir da pesquisa realizada pelo professor e doutor Fábio Figueiredo Camargo, consultor da editora, na investigação do homoerotismo na prosa brasileira pela Universidade Federal de Uberlândia – UFU.
A editora possui três coletâneas de livros: a Coleção Decadentismo, sendo o seu primeiro volume o livro “Um homem gasto” de Ferreira Leal, que se trata do primeiro romance que apresenta a homossexualidade no Brasil. O segundo livro sendo “O barão de Lavos” de Abel Botelho, que é considerada a primeira narrativa homoerótica de Portugal. E o terceiro livro sendo “Sapo” de Nestor Vitor.
A coleção “Sexo Raro” busca trazer obras antigas para os dias atuais com o objetivo de provocar novas discursões e trazer novos olhares para suas edições de cunho crítico com o design pensado no público contemporâneo. Possui os três livros, “O Elixir do Pajé”, de Bernardo Guimarães, “Impotência”, de Paulo Barreto e “O Menino Gouveia” de Capadócio Maluco.
Já a coleção “Na Literatura” surgiu do propósito de colocar o diverso na convivência, fazendo com que mais pessoas possam refletir certas temáticas que são abordadas na literatura, como o futebol, negritudes, guerras, memórias, entre outros. Além disso, a coletânea busca partilhar dos saberes e dos afetos, por isso possuem a distribuição gratuita através de E-books. A idealizadora é a escritora e diretora da coletânea, Maria Elisa Rodrigues Moreira.
A editora possuem outros livros avulsos com temáticas LGBTQIAP+, sexualidade e erotismo. Os livros estão a venda na aba do site “Livros” e podem ser encontrados em formato de E-book ou impressão física.

 8,446 total views,  2 views today

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: