Halloween: Produções de Terror Criadas por Pessoas LGBT+

Essa vai pra todo mundo que é fã de filmes e séries de terror! Entre os filmes de terror psicológico mais perturbadores e os bons besteiróis de terror pra rir, as produções desse gênero sempre oferecem muito e são bastante populares entre quem é fã de cultura pop. O que muita gente não sabe, é que alguns dos nossos filmes e séries preferidos de terror foram desenvolvidos por pessoas LGBTQIA+, inclusive, é um gênero que permite abordar diversos tópicos complexos, já que os cineastas podem e utilizam os elementos de horror para criar metáforas sobre opressão e desigualdade de minorias. Vamos conferir?

  • Chucky

Don Mancini, roteirista do filme original e responsável pela criação do boneco que aterrorizou crianças através de décadas, agora traz de volta nosso pesadelo em uma produção de série para a TV. Na série, um adolescente gay encontra Chucky em uma venda de garagem, e a partir de então o boneco volta a cometer assassinatos contra as pessoas que atacam o garoto. Chucky traz um olhar importante sobre a homofobia na adolescência com bastante violência e humor ácido.

  • American Horror Story

Ryan Murphy já é conhecido de muita gente por suas séries incríveis como Glee, Pose e sua obra de terror American Horror Story. Em AHS, Murphy cria narrativas subversivas e incômodas e traz, a cada temporada, novos personagens que vivem situações horríveis e assustadoras. Sendo um dos maiores sucessos do canal FX, o diretor tem uma caracteristica de quase sempre trazer personagens LGBTQ+ em suas histórias, um exemplo para quem já assistiu, e que talvez você se lembre, é Lana, interpretada por Sarah Paulson na segunda temporada, uma mulher lésbica que vive os horrores dos tratamentos de conversão de 1960.

  • O Homem Invisível

Sendo considerado um dos maiores nomes do terror, James Whale revolucionou tanto no cinema quanto em sua vida pessoal. Viveu sua carreira como um homem assumidamente gay na primeira metade do século passado, quando a comunidade LGBT+ não tinha nenhum direito garantido por lei. Whale foi responsável por muitos clássicos do terror, tendo O Homem Invisível, do livro de H. G. Wells, como um de seus maiores trabalhos. O filme conta a história de um homem que encontra uma forma de se tornar invisível e, com isso, começa a cometer atrocidades. Recentemente o filme recebeu um Remake protagonizado por Elizabeth Moss e dirigido pelo roteirista de Jogos Mortais.

 98 total views,  2 views today

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: